X
Acesso aos Serviços

página / Institucional /CREA-BA

Revista 34

Data: 01/01/2011 Revista > Edição 34 Tecnologia em georreferenciamento

A matéria de capa da edição 34 da Revista Crea-BA sinaliza para uma questão que vem ganhando espaço nos debates realizados pelo Sistema Confea/Crea: a certificação dos registros de imóveis rurais e urbanos. Embora o enfoque atenha-se aos avanços tecnológicos responsáveis pela precisão na demarcação dos limites das propriedades, tem-nos preocupado o aumento das denúncias sobre a qualidade dos serviços prestados na área de georreferenciamento. O alerta dado pela gerência de cartografia do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) chama a atenção, dentre outros fatores, para a qualidade e a regularidade dos cursos. Nesse aspecto, estamos empenhados em, a partir de um convênio que deverá ser firmado com o próprio Incra, trabalharmos no diagnóstico dessas escolas/ cursos e na mediação dos conflitos relativos às medições. Sabemos que a deficiência na formação tem impacto direto na atuação dos futuros profissionais, gerando sérias distorções de mercado, inclusive no que se refere ao registro junto aos Creas, haja vista que muitas escolas sequer são registradas no sistema profissional. Outro aspecto que merece atenção é a padronização dos procedimentos de georreferenciamento. Não apenas no que se refere à atuação propriamente dita, como também por parte dos Creas quanto ao registro de ART . Esta edição aborda também o veto do plenário do Confea à eleição via internet. Entramos num ano eleitoral, o que torna imprescindível a mobilização para as eleições, cuja média de participação é de apenas 12% dos mais de 1 milhão de profissionais. A estimativa é que a votação pela internet aumentaria em 70% o número de votantes, acréscimo que contribuiria consideravelmente para a representatividade social e política do Sistema Confea/Crea.

Jonas Dantas

Presidente

 
COMPARTILHE ESTE CONTEÚDO

notícias

ver todas

revista

Revista 66

Edição 66 | 2019


outras edições