X
Acesso aos Serviços

Notícias / Crea-BA

Notícias

Sustentabilidade da água depende de gestão da demanda,diz especialista

Asher Kiperstock, professor da UFBA, diz que mais que punir o consumidor, os poderes públicos têm que ser exemplo de uso sustentável

11/10/2017


Para garantir a disponibilidade de água doce, o professor da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e coordenador da Rede de Tecnologias Limpas da mesma universidade, Asher Kiperstock, garante que a solução não está somente na punição do consumidor, mas também em mudanças no próprio sistema de abastecimento de água e conduta do poder público em relação a este importante recurso natural. Kiperstock é um dos palestrantes do 6º Encontro Preparatório para o Fórum Mundial da Água, a ser realizado de 18 a 20 outubro, no Auditório Multieventos da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf).


Gestão de demanda

Para ele, é fundamental aplicar o conceito de gestão de demanda. “Você não pode continuar como hoje fazendo a questão usando cada vez mais água e só indo buscar outras fontes e o processo ficando cada vez mais difícil. Você tem que saber usar a água, gastar e reusar. A água não vai acabar, mas vai se tornar cada vez mais caro e mais demandante de energia garantir o abastecimento se a situação continuar como está”, aponta o especialista.


A mudança para um consumo consciente de água, para Kiperstock, vai além de ações educacionais ou punitivas. Ele defende que prédios públicos sejam um verdadeiro exemplo no uso sustentável deste recurso e que haja um maior rigor no controle das perdas de água pelas empresas de saneamento. “A partir do controle você pode definir que medidas tomar, onde aplicar recurso, onde a rede precisa ser renovada como orientar a população para que ela possa pagar menos e gastar menos. As coisas mudam quando a pessoa vê como ela pode economizar”, explica.


Fórum Mundial
O 6º Encontro Preparatório da Engenharia e Agronomia é um evento realizado pelo Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea) em parceria com os Conselhos Regionais de Engenharia e Agronomia (Creas), entidades de classe e com a seção Brasil do Fórum Mundial da Água. Especialistas de todo o Brasil estarão reunidos no Auditório Multieventos da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) nos dias 18 a 20 de outubro, em Juazeiro. As inscrições são feitas através do site mundialagua.confea.org.br e serão confirmadas após a entrega de 2kg de alimentos não perecíveis na hora do evento.

O Fórum Mundial da Água é um evento global realizado a cada três anos pelo Conselho Mundial da Água para discutir o manejo sustentável de recursos hídricos. A sua 8ª edição será realizada em Brasília, de 18 a 23 de março de 2018. Esta é a primeira vez que o encontro é realizado no Hemisfério Sul. Creas de todo o Brasil estão realizando eventos preparatórios para debater soluções e apresentar propostas para o manejo sustentável dos recursos hídricos no Fórum.
--
Carol Aquino
Jornalista 

Fonte: Ascom Crea-BA

COMPARTILHE ESTE CONTEÚDO

notícias

ver todas

revista

Revista 57

Edição 57 | 2017


outras edições