X
Acesso aos Serviços

Notícias / Crea-BA

Notícias

Plenária aprova criação de prêmio para a área de agronomia

Seleção de inspetores e sombreamento de profissões foram destacadas na reunião

12/03/2018


A sessão plenária de número 1.771, do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia, realizada na tarde desta segunda-feira (12), abordou entre outros assuntos, a criação de um prêmio para a modalidade da Agronomia que vai homenagear um dos maiores agrônomos da história da Bahia, Landulfo Alves.

A iniciativa, segundo o vice-presidente Jonas Dantas, vai dar um traço a história dos profissionais que contribuem com conteúdo técnico para o desenvolvimento da área no estado. “É uma homenagem mais que merecida porque Landulfo Alves fez muito pela Bahia”, observa. O conselheiro Paulo Baqueiro parabenizou o destaque a Agronomia feito pela gestão.

A conselheira Marjorie Nolasco aproveitou o momento de divulgação do prêmio para reforçar atenção a ampliação da participação das instituições de ensino do interior. “É importante valorizarmos a atuação de todas as escolas da Bahia, não só as grandes de Salvador”, observa, referindo-se ao Prêmio Arlindo Fragoso de Tecnologia e Inovação que já teve três edições promovidas pelo Crea e Instituto Politécnico da Bahia.

Representação - Outro assunto colocado em destaque foi a consulta para a seleção de inspetores, que será realizada nos dias 15 e 16 de março. De acordo com o chefe de gabinete do Crea, engenheiro civil Valter Sarmento, foram inscritos 100 profissionais. “ A ideia é fazer com que os inspetores se envolvam mais com os as demandas regionais dos profissionais”, ressalta. O processo será realizado pelo Sistema de Informações Técnicas e Administrativas (Sitac) e o resultado será divulgado no dia 27 de março.

A gestão do Crea-BA é pioneira neste tipo de ação. As cidades de Feira de Santana, Lauro de Freitas, Irecê e Itabuna lideraram o número de inscrições, com 33 engenheiros e técnicos concorrendo ao cargo de inspetor. As modalidades de civil e agronomia estão no topo da lista dos mais interessados.

Sombreamento – A discussão e deliberação sobre atuação dos engenheiros civis na área de SPDA – Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas abriu debate sobre a necessidade de haver uma boa convivência entre as profissões. O processo relatado pelo coordenador da Câmara de Engenharia Civil, Leonel Borba, ratifica a competência dos civis, por ser considerado atividade complementar a edificação.

Outro destaque da plenária foi dado a questão das atividades da engenharia nos hospitais. O presidente do Crea, engenheiro civil Luís Edmundo Prado de Campos, pretende fazer um debate sobre o assunto, visando reduzir os índices de inconformidades nas instituições da Bahia. “Em São Paulo, foi feito um trabalho semelhante e foram identificadas várias irregularidades. Vamos olhar com mais atenção problemas como aterramento das macas, aparelhos descalibrados, entre outros”, finaliza.

Landulfo Alves nasceu em 04 de setembro de 1893, em Santo Antonio de Jesus. Formou-se em Agronomia na Escola Federal de São Bento das Lages com especialização no Agriculture an Meckamical College, do Texas. Integrou o quadro de engenheiros agrônomos do Ministério da Agricultura e dirigiu a divisão de produção animal do Departamento Nacional da Agricultura. Exerceu o magistério universitário como professor catedrático da Escola Federal de Agricultura. Como governador da Bahia, deu ênfase ao desenvolvimento agrícola, reestruturou a Secretaria de Agricultura e estimulou a fruticultura e a produção do algodão.


Nadja Pacheco

 

Fonte: Ascom Crea-BA

COMPARTILHE ESTE CONTEÚDO

notícias

ver todas

revista

Revista 61

Edicão 61 | 2018


outras edições